Naruto Game

Seja um Shinobi aqui no Naruto Game
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos

Compartilhe | 
 

 A volta dos que não foram

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hashirama Senju 火の意志
Jounnin
Jounnin
avatar

Mensagens : 42
Vila : 23/10/1982
Idade : 34

MensagemAssunto: A volta dos que não foram   Seg Set 18, 2017 11:20 pm


- 京楽 春水 -


*Há quanto tempo a paz reinava na Soul Society. De fato, haviam passado tempos difíceis, e nada como aquele momento vespertino para um descanso após uma longa e cansativa manhã. Deitado à sombra de uma árvore bem robusta naquela tarde fresca e ensolarada, estava um homem aparentemente muito desleixado. Ele era moreno e com físico de bom porte, entretanto era conhecido por sua preguiça e por seu jeito descontraído sobre certas situações. Ele possuía barba rala e longos cabelos castanhos. Sua face era coberta com um chapéu de palha que o mesmo deixava cobrindo seu rosto enquanto seus roncos um tanto quanto altos eram notados por quem passava pela proximidade. Mas afinal, não passaria ninguém pois tratava-se de um lugar reservado. Continuando com seus detalhes, ele vestia um sobretudo rosa com flores estampadas sobre um haori branco e um quimono negro como a morte... além do mais, era disso que ele se tratava. Ao lado de seu corpo deitado, estavam duas espadas embainhadas; suas chamadas zanpakutōs. Era quando um grito acordava aquele homem:


- Acorde, dorminhoco! Está na hora!!!


*E em uma rápida reação por causa do susto, o homem despertava, sentando-se e deixando seu chapéu de palha cair no chão. Uma voz feminina um tanto imponente e nervosa o acordava, entretanto de forma preguiçosa, o homem respondia com um tom de voz calmo e submisso:


- Nanao-chan... não me acorde assim... quer me matar de susto?


*Um pouco sonolento e com um tom um pouco descontraído, o homem havia sido acordado por Nanao Ise, a tenente da primeira divisão do Gotei 13, uma organização formada para manter a ordem no mundo das almas, na Soul Society. Mas afinal, o que o levara a ser acordado por uma pessoa de tanta importância?


- Você bebe, dorme, e esquece de seus compromissos. Isso é ser irresponsável! - Agora, acalmando-se um pouco, a jovem prosseguia - Eles já estão a caminho. Apronte-se.


*Nanao era uma bela jovem de pele clara e cabelos negros e escuros, que trajava um quimono negro semelhante ao que o homem tinha por baixo de tantos panos. Ela também usava um óculos no qual ela elegantemente ajeitava e carregava consigo uma espécie de prancheta, aparentando estar atarefada demais para ter que acordar tal sujeito de seu descanso. Mas ele, aquele sujeito despreocupado, preguiçoso e talvez um pouco embriagado era de fato tão importante quanto Nanao Ise. Diga-se, até mais. Bem mais... Ele era Shunsui Kyōraku, capitão da primeira divisão do Gotei 13 e comandante da mesma. Afinal, em que mãos tal organização havia ido parar.
*Pegando seu chapéu e pondo em sua cabeça novamente, Kyōraku levantava-se tirando a poeira e algumas folhas de grama de suas vestes. Desta vez uma sombra ligeiramente cobria seus olhos e ele soltava um sorriso destemido.


- Certo... eu quase vou me esquecendo. Pelo visto não terei meu descanso da tarde, hehe. - Agora tornando-se a um semblante mais controlado e estável, Kyōraku virava-se para sua tenente - Obrigado por me lembrar. Agora, deixe que assumo as coisas daqui.


- Entendido.


*E com uma rápida reverência respeitosa, a jovem sumia como um vulto retirando-se do local. A grama soltava seu cheiro fresco e o vento balançava o traje e os cabelos de Kyōraku, que pegava suas zanpakutōs e cuidadosamente as arrumava em sua cintura. Ele sacava uma pequena garrafa de saquê que havia deixado próximo às suas zanpakutōs, e gole por gole, seus pensamentos pareciam voar junto às corpulentas nuvens que moviam-se pelo ar aquela tarde. Uma tarde que iria promover o encontro de forças que há muito não se moviam.

End

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sandaime Kazekage
Conselheiros da Vila
Conselheiros da Vila
avatar

Mensagens : 7
Vila : 16/05/1997
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Ter Set 19, 2017 11:11 am

 
A muito tempo as coisas pareciam estar calmas na  Soul Society, nenhum incidente preocupante, nada realmente grandioso acontecia, monotonia era oque descrevia melhor.
 
Ichimaru Gin

- A vida é uma  caixinha de surpresas...

*Uma voz ecoava sobre aquele local, um homem com sobretudo   estava sentando, parecia estar conversando sozinho...
 
Rukongai  
 
*A Muito tempo atras, aonde aquele homem era apenas uma criança, onde seu futuro era apenas um mistério, pois vivendo pelas ruas como um rato, sobrevivendo da pior maneira possível. Gin era apenas um garoto com poucos ou quase nenhum amigo, a única pessoa que ele realmente podia chamar de "amigo" era a jovem Rangiku Matsumoto.
 
A Verdadeira face.

- Hmpf, Soul Society, algo que realmente não sentirei saudades, exceto daqueles peit... Tsk Rangiku...


*Aquele homem levantava daquela mesa de bar, sua aparência era distinta,  era um homem bastante magro e esguio, com feições que lhe dão um traço esquelético, ele possui os cabelos prateados, seu rosto era bastante novo, aparentava ser um jovem de 20-25 anos, ele sempre mantia suas pálpebras  fechadas e um sorriso sarcástico no rosto. Ele usava uma veste longa, branca sobre a  sua de  Shinigami normal de hakama . O cabo de sua Zanpakutou é visível saindo debaixo do manto através da abertura até à cintura.

- Yare... Eu vou sair do bar, para encontrar um bêbado... E dizem que não existe ironia...
 
Reencontro
 
-Yare... Um campo aberto contra ele? Tsk... Você so podia estar bêbado quando escolheu este lugar...

*Aquela voz ecoava sobre aquela imensidão:

- Quanto tempo Shunsui-kun.

*Gin sempre com seu sorriso estampando, com sua mão esquerda sobre o cabo de sua Zanpakutou:

 
End

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Shisui
Conselheiros da Vila
Conselheiros da Vila
avatar

Mensagens : 25
Vila : 02/12/1999
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Ter Set 19, 2017 1:47 pm

Ordem às divisões


O mundo já havia sido mais simples. Era um pensamento do velho capitão sobre os atuais pequenos confrotos da Soul Society. Embora vivessem em uma paz parcial, que se em comparação à outras epócas era bastante vantajoso, havia problemas pendentes.
O sol ainda estava bem forte fazendo com que o clima ficasse bastante seco, o calor sufocante apenas era amenizado pelas sombras que fazia vez ou outra por alguma árvore. Era sobre aquele solo e clima escaldante, entre aquelas florestas e sob as nuvens esbranquiçadas que enchiam o céu, havia sido ali que aquele homem treinara dois de seus alunos, os mais exímios. Kyouraku e Ukitake sempre formaram uma dupla inigualável, o velho Genryuunsai surpreendera-se na epóca com o nível de ambos.



Flash Back On



— Isso é tão divertido... (Yamamoto)
As chamas ascendiam ardentes em direção ao velho capitão, Yamamoto, uma amostra do poder de incineração de sua Shinkai, dita a mais poderosa de fogo. Ele manuseava um corte entre as chamas que se extinguiam sob as lâminas de Ryujin Jakka. Ukitake havia feito uma defesa fantástica absorvendo e rebatendo o poder das chamas infernais, salvando Kyouraku após este perder o Takaoni para o líder das divisões.
— Sate, Yama-jii... Assim você acabará matando um de nós...
Dizia Kyouraku, como sempre em seu semblante relaxado e uma expressão humilde de quem admitia a quase morte. Ukitake carregava uma concentração pesada, não querendo perder nenhum passo do velhote. E quanto ao própio Genryuunsai, treinava como se fosse uma luta, ele era severo como um velho que realmente era. Rígido e durão.
Liberando uma quantia absurda de sua reatsu, a espada flamejante passava a brilhar na direção de Ukitake e Kyouraku. Yamamoto viu ambos se posionarem, um como escudo do outro, ambos como espada ao mestre, uma formação quase invensível, fantástica.  Estavam temerosos, o poder do capitão chefe parecia estrapolar e nunca acabar, era uma amostra grandiosa.
— São tolos de se surpreender com um distrator rídiculo. — Dizia o velho.
— Droga!
Mas havia sido apenas um susto. Tudo sessava do nada e Yamamoto sorria, como quase jamais fizera. Kyouraku estava pasmo, e Ukitake soava. De fato os garotos acreditara na capacidade de Genryuunsai de mata-los. O mestre o faria se um dia fosse necessário, mas agora? Seria tolice matar dos futuros capitões.




Flash Back Off


As chamas indómitas da destruição



—  E pensar que um dia seria necessário.
Repassava na própia mente o velho capitão. Yamamoto Genryunsai estava em um local aberto, desértico da Soul Souciety. O solo rochoso era quente, e o clima um pouco escaldante. O campo aberto deixava o céu exposto, suas nuvens eram poucas e o azul era forte, existente.
O calor parecia não incomodar aquele homem em nada, mesmo a secura parecia natural. Ele era alguém de aparecia muito velha, rugas no rosto e olhos bem apertados e as vezes pareciam cansados. O corpo era musculoso e sólido, não condizia com aquela aparente idade. A barba longa e esbranquiçada se enrolava em uma trança e os trajes eram comuns de shinigami, com a haori de capitão pendura sob os ombros e um cajado sob as mãos
Chegara... Kyouraku e Gin, suas reatsus alertando o velho enquanto os olhos quase sempre demonstrando uma fúria ou seriedade encarava ambos. Aquela dupla era irritante, forte, mas Yamamoto admitia em seu interno que Ukitake fora melhor para Shunsui. Tolo jovem, pensava em sua mente. Ambos. Mas o respeito era acima das própias idiossincrasias. Ambos fora capitão, eram fortes, ágeis, brutos e fortes.
—  Decepcionante que o tenha treinado para estar ao lado de um traídor...
Pensava o velho e voz alta, encarando ambos os jovens que se mostravam ali presente. Sua energia parecia esvair de seu corpo em forma de uma reatsu extemecedora, tudo vibrava.
— Nós somos a lâmina e o escudo do rei, a luz que ilumina as trevas e os corações daqueles que se perderam na escuridão...As chamas imbuídas com o senso de justiça do grande rei apagarão seus pecados, Kyouraku... Gin. Rendam-se... Ou esteja preparados para matar ou morrer!
Em um movimento surpreendentemente rápido o Genryunsai fazia sua espada surgir do tal cajado, a shinkai afiada se enchia de chamas devastadoras e ele cortava ao ar em dois ataques. O primeiro era uma rajada horizontal de chamas e o segundo um furo para frente sob o ar, fazendo atrás do corte ir um imenso furacão flamejante em forma de uma rajada. As chamas indomitas da destruição eram velozes, e aquilo nada mais era do que um aviso honrado e justo de ''Começamos aqui''. Uma vez que ambos os capitões tinha capacidade de defender-se do primeiro, e com um pouco de inteligência de não ser pego pelo segundo ataque.

End
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hashirama Senju 火の意志
Jounnin
Jounnin
avatar

Mensagens : 42
Vila : 23/10/1982
Idade : 34

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Ter Set 19, 2017 11:23 pm


- 花天狂骨 -


*Alguns minutos após sua tenente se retirar do local, Kyouraku ouviria uma voz um tanto quanto conhecida, cuja não havia perdido seu tom calmo e diga-se, cínico de um homem não muito querido pela Soul Society: Ichimaru Gin, ex-capitão da terceira divisão do Gotei 13. Tal homem havia conspirado contra a Soul Society, mas na ocasião, Kyouraku parecia não ligar tanto para a reputação que Gin trazia consigo. Ele possuía assuntos mais importantes para resolver do que tentar secar águas passadas.


- Ohhh, Gin-kun!... Para minha felicidade chegou antes do velhote. Não seria legal esperar com ele aqui a sós, sabe como é.


*Dizia Kyouraku, descontraído com seu mesmo sorriso estampado em sua face, enquanto coçava seu cabelo na parte de trás da cabeça. O rabo de cavalo de seus longos cabelos castanhos esvoaçavam ao vento pacífico do local. Mantendo seu jeito despreocupado, Kyouraku continuava:


- Não tenho bebido tanto desde que me tornei comandante... são tantos trabaaalhos e responsabilidaaaades, é um tanto quanto chat--


*E uma forte pressão espiritual abalava o local. A atmosfera ficava mais pesada e o solo instável com breves abalos. Passos eram ouvidos e enfim chegava o referido como "velhote": Yamamoto Genryuusai, o ex-comandante do Gotei 13 e ex-capitão da primeira divisão antes de sua aposentadoria (coloquemos como se isso tivesse ocorrido pra não contradizer o cargo que citei no primeiro post). Não apenas um homem de muita influência assim como sua idade, mas o antigo sensei de Kyouraku e seu amigo, também capitão, Ukitake. Em sua juventude, Kyouraku treinava arduamente sob tutela de Yamamoto, que severamente fazia questão de impôr a realidade para ambos. E baseado nisso, Kyouraku tinha em mente que não seria um simples combate. O menor erro poderia significar sua vida. Apenas a reiatsu do ex-comandante era capaz de deixar inconscientes pessoas com pressões espirituais mais fracas, e ela tinha um ardor consigo que incomodava apenas de sentir sua presença. Ouvindo atenta e respeitosamente à fala de seu antigo sensei, Kyouraku abaixava um pouco sua cabeça e seus olhos se sombreavam contrastando com seu sorriso novamente. Sem aparente preocupação até então mas com um pouco de tensão evidente, ele desembainhava suas zanpakutous, tratando-se de uma tachi e wakizashi, uma própria para golpes mais brutos e aplicados, outra para golpes mais velozes e precisos, respectivamente. Ao término da fala de Yamamoto, Kyouraku não continha-se:


- Yare... Não precisa ser tão ranzinza conosco, Yama-ji.


*Tendo dito isso, Kyouraku fazia uma espécie de cruz com suas zanpakutous e tendo visto a liberação da zanpakutou de seu sensei, não hesitava:


- Hana kaze midarete, kashin naki, tenpuu midarete, tenma warau...


*Uma aura o cobria e sua reiatsu se elevava ao ponto de, no momento, igualar-se a de Yamamoto em seu poder (levando em conta que você ainda não tinha a elevado tanto, nem eu). Um turbilhão de vento o rodeava e cobria, e quando ele se dispersava, estava feito.


- ... Katen Kyoukotsu!


*A shikai de suas zanpakutous havia sido liberada, e uma vez ocorrido elas haviam mudado de forma: as lâminas de suas zanpakutous tornavam-se muito mais agressivas e volumosas, tornando-se em longas cimitarras negras com linha de corte prateada e bem desenhadas, com cabos negros padrões e panos carmesim adornando as pontas de seus cabos.


" O velhote não vai facilitar nessa... espero que Gin também saiba para que veio. "


*Um pouco preocupado, Kyouraku agora assumia uma postura mais séria e preparada para o combate que se iniciaria. Sua reiatsu estava tão elevada como sua determinação e a partir de agora enfrentaria seu sensei junto a Gin. Afinal, o que o destino reservava desse combate?
*De antemão, Yamamoto liberava sua shikai executando um corte horizontal aéreo e uma estocada no ar, enviando na direção de Kyouraku e Gin ataques sequenciais com suas habilidades com a dita zanpakutou de fogo mais poderosa: Ryuujin Jakka. Os cortes eram seguidos por um turbilhão de fogo que os atingiria em cheio e explodiria brutalmente cortando e queimando seus alvos. Entretanto, assim como Yamamoto conhecia as artimanhas de seu pupilo, o mesmo valia para ele próprio e Kyouraku estava ciente do que estava enfrentando. Instantes antes da colisão, Kyouraku utilizava seu shunpo em alto nível para sair da mira dos ataques enviados, evitando de ser sequer cortado de resvalo. O comandante era dono de uma das mais invejáveis aptidões em shunpo, tornando tal façanha possível. A árvore que estava atrás de Kyouraku e Gin certamente seria cortada e carbonizada completamente de forma fácil, uma demonstração pequena do grande poder do ex-comandante. Porém Kyouraku mostraria que não ficava para trás e fazia jus a seu novo posto.


- Não fico muito contente de usá-la, mas vejo que não tem para onde correr agora. Então vamos a isto.


*Referindo-se a sua shikai da zanpakutou, Kyouraku fitava peritamente Yamamoto e ao final de sua frase, sumia diante dos olhos de seu mestre como um vulto, e velozmente surgiria à sua direita com um corte vertical de sua tachi impondo bastante força, mas que seria claramente defendido pois ambos Yamamoto e Kyouraku possuíam uma destreza magistral em zanjutsu, a arte com lâminas. Impondo pressão, Kyouraku desferia outro corte, dessa vez horizontal com sua wakizashi na altura do peito de Yamamoto, que certamente arrancaria alguns pelos de sua longa barba grisalha, no qual seria mais difícil de defender pois deixaria a outra zanpakutou livre para executar uma estocada frontal. E assim era iniciado um combate de proximidade entre Yamamoto e Kyouraku, ambos em pé de igualdade mostrando seu domínio e concentração mediante ao zanjutsu.


- Diga, Yama-ji... quem brinca com fogo deve aceitar o risco de se queimar...


*Dizia Kyouraku durante o combate, entre altos e rápidos sons da colisão do metal das zanpakutous. Kyouraku era um mestre espadachim e havia adquirido experiência o bastante para igualar-se a Yamamoto nisso, aproveitando a primeira e mínima brecha que ocorresse.


- ... mas e quem brinca com a morte?


*E novamente Kyouraku dava um último corte com suas duas zanpakutous inversamente na diagonal (em forma de "x"), e sumia diante dos olhos de Yamamoto, aparecendo no mesmo lugar de onde havia saído após ter se esquivado de seus primeiros ataques flamejantes. Uma força de ar rotativa era concentrada nas zanpakutous de Kyouraku e rapidamente ele executava uma rotação corporal, direcionando tais correntes de ar a Yamamoto:


- Bushougoma. - (Pião Preguiçoso)


*A zanpakutou de Kyouraku com sua shikai liberta possuía técnicas baseadas em brincadeiras infantis, tornando-as reais e letais. Verdadeiros jogos da morte entrariam em vigor a partir daquele momento, e um deles era o Bushougoma, baseado em um jogo em que quem girar mais rápido, vence. Porém na prática aplicando-se às técnicas da Katen Kyoukotsu, permitia a Kyouraku criar um turbilhão de vento fortíssimo que aprisiona o oponente dentro de si, e referente a Yamamoto, suas chamas não afetariam o turbilhão a ponto de desfazê-lo ou enfraquecê-lo. Ao menos não naquela escala, pois tratava-se de uma poderosa rotação que obstruía recursos externos.


- Hadou nº78: Zangerin! - (Esplendoroso Corte Circular)


*Como dito, Kyouraku mostraria ao que veio e faria jus a seu cargo. Após confinar Yamamoto em seu Bushougoma, o novo comandante realizava uma façanha possível graças ao seu grande conhecimento e domínio sobre kidous em conjunto com seu zanjutsu. Um kidou de alto nível realizado de forma veloz e precisa, cujo consistia em imbuir kidou reiatsu na lâmina de suas zanpakutous e enviar cortes em direção a seu alvo. Novamente Kyouraku realizava cortes diagonais em forma de "x" e os direcionava em direção ao Bushougoma, onde estava Yamamoto. A técnica era poderosa o suficiente para explodir um edifício consideravelmente grande, e teria o mesmo efeito e precisão ao colidir com Yamamoto dentro do Bushougoma. Uma técnica que poderia ser fatal e uma combinação de habilidades que mostrava que, apesar desse tempo de calmaria estabelecido na Soul Society, Kyouraku não havia ficado para trás. Pelo contrário: agora sendo comandante, ele teria de ser o pilar mais firme presente, e isso ele iria fazer questão de provar, tanto a Yamamoto quanto a si mesmo.


End + Ação Secreta

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sandaime Kazekage
Conselheiros da Vila
Conselheiros da Vila
avatar

Mensagens : 7
Vila : 16/05/1997
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Qua Set 20, 2017 11:42 am


-Genryuusai... Eu devia deixar ele sozinho...
 
*Pensava Gin ao ver o Comandante a sua frente, realmente aquilo seria algo mais complicado que o normal, pois aquele homem era considera um dos mais habilidosos em quaisquer que sejam as coisas almejasse fazer:

-" Não tente parecer tão forte. Isso faz você parecer fraco."

Dizia Gin ao ouvir as palavras de Yamamoto, sempre com seu sorriso estampado. Aquelas vibrações eram reaumentes assustadoras, tanto da própria reiatsu de Yamamoto quanto kyouraku:


- Yare...

As pálpebras de Gin logo começavam a se abrir lentamente, o chão a sua volta começava a estremecer, Gin olhava diretamente a Yamamoto:

- Você não sabe de nada...

*Gin não era conhecido por falar serio, muito menos olhar diretamente para alguém, sem que seus olhos estivessem "fechados". Logo apos Gin voltava a "fechar" seus olhos, ocultando seus belos olhos azuis, o mesmo que estava com sua face séria mudava repentinamente para seu tão característico sorriso.

*Logo apos, aquele pequeno encontro, Yamamoto  ao despertar sua Shikai, fazia 2 cortes sobre o ar, ambos em dimensões distintas, era assustador, um simples corte virava uma imensidão de chamas:


-Tsk...
 
* Gin e Kyourako utilizavam de seus shunpo para desviar,  Gin ia para o lado oposto de Kyourako, pois o mesmo tinha modos de luta diferentes. Apos aquilo, segundos eminentes Kyourako começava a agir, o mesmo aparecia ao lado do comandante  deferindo um golpe na vertical, o kenjutsu de ambos era algo assustador, qualquer outro ja teria sido devastado:

- Idiota.
 
*Pensava Gin ao ver Kyourako lutando frente a frente contra Genryuusai. Gin sacava sua pequena zanpakutou, que mais parecia uma Wakizashi, era irônica, oque ele faria naquela batalha com aquilo ?
Era quando Gin ouvia "Bushougoma. - (Pião Preguiçoso)", era a abertura perfeita, Gin utilizava seu shunpo, para tras de Yamamoto, em uma distancia "consideravelmente segura":


- Tente não mata-lo  Shinsou ( Lança da Morte)

*Yamamoto estava com sua visão coberta, por aquela cortina de ar feita por Kyourako, era quando Gin despertava sua Shikai, que se esticava em uma velocidade assustadora, e acertava de raspão sobre a costela de Yamamoto, fazendo um corte, logo ela encolhia e ia novamente, tentar acertar yamamoto, que provavelmente não seria acertado novamente, mas não era isso que acontecia:

- Salpique os ossos da besta! Torre afiada, cristal vermelho, círculo de aço. Mova-se e faça o vento. Pare e traga a tranquilidade. O som das lanças hostis preenche o castelo vazio!

-Raikouhou (Canhão do rugido do trovão)


*Era quando uma rajada, que mais parecia ser um trovão saindo das mão de Gin ia em direção a Yamamoto, que poderia ou não estar preocupado com aquele corte em suas costelas.

* Logo apos utilizar  aquele golpe, Gin se movia para um pouco mais distante.


End + ação Secreta.

Off: o Me segundo ataque foi junto do rick  Hadou nº78: Zangerin! - (Esplendoroso Corte Circular), então só usei e sai pra não ser atingido pelo golpe dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Shisui
Conselheiros da Vila
Conselheiros da Vila
avatar

Mensagens : 25
Vila : 02/12/1999
Idade : 17

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Qua Set 20, 2017 4:44 pm

O calabouço infernal






- ... Katen Kyoukotsu!
O clima de batalha cresciam entre os presentes naquele recinto. A reatsu dos capitões pareciam entrar em um choque de poder estremecedor e potente, com tal potêncial era duvidoso imaginar aquele lugar ainda de pé num futuro próximo. Os pensamentos do velho Genryuunsai iam longe em frações de segundos, trabalhando sobre uma memória rápida. Ele lembrava de quando Kyouraku ainda era muito jovem, sempre fora o mais descontraído e menos centrado, muitas vezes irresponsável e dono de uma humildade surpreendente. Essas características o fazia parecer Ukitake Juushirou, o seu melhor amigo, dono de uma elegância e sutileza incrível. Eram homens de honra, de força e palavra, embora por trás de todo o jeito cortês de ambos escondia-se um poder esmagador. Isso se provara com o novo posto de Kyouraku que assumiu o lugar de comandante, denotando a força como shinigami.
- Hum...
Murmurava observando o aluno agora mais sério, em postura de uma luta digna. Enquanto com seus olhos apertados e enrugados também encarava Ichimaru Gin, um perçonhento capitão cujo os mistérios eram diversos e nem mesmo o ex comandante era capaz de decifrar por trás daquele sorriso cínico e repitiliano.
Começava a luta de modo comum e básico, típico de Kyouraku Shunsui. Em um passo relâmpago aprimorado ele sumia surgindo a direita de Yamamoto. Com uma reação treinada em milésimos Genryuunsai respondia a investida com um aviso de força, girava o corpo para o lado oposto do corte desferido e completava o giro em 360° acertando com uma força opressora o aluno, que defendia-se com a espada mas devido a força imposta sentiria os membros do corpo tremer. Um sorriso sádico surgia no rosto do velhote que entrava naquela dança desviando pouco a pouco dos golpes de Kyouraku. Como um bom mestre de Zanjutsu a força e movimento de Ryujin Jakka era calculada perfeitamente pelo ex-comandante, que perdia apenas alguns cabelos grisalho de sua barba.
Os movimentos de Kyouraku em um ritmo perfeito pareciam criar uma dança entre duas espadas, e por um segundo Yamamoto se preocupou com o quão ocupado estava se mantendo com o aluno, permitindo ao outro oponente o livre arbitrio de planejar tudo. Irritado pelo deslize a reatsu do capitão se engradece, apenas em um pequeno deslize de controle básico, algo normal de acontecer com Yamamoto em uma luta acirrada. O corte em X de Kyouraku não só era defendido  como também uma onda de chamas era jogada contra ele que sumia antes de ser atingindo. Aquilo não fora a zanpakutou do velho, mas apenas sua reatsu. Era assustador aquilo, mas era fato, as vezes Ryujin Jakka se confundia com a reatsu do Yama-jii, e não era a shinkai a tomar forma de fogo nessas horas. O ex-comandante possuia uma energia espiritual  tão intensa que tomava a forma de chamas em seus pico.
- A morte é um preço pequeno a se pagar pelo extermínio do mal, Kyouraku.
A voz firme de Yamamoto não parecia se firmar à dizer aquilo para Shunsui, mas sim algo a dizer para ele mesmo. Embora ficasse implícito. Devia lembra-se para que existia, o porque estava vivo após tantos anos. Isso ardia naquele velho como em ninguém mais. As chamas do Genryuunsai iam além da poderosa espada, era a forte lealdade de proteger o Gotei 13.
"Eu estou aqui. Não existe segurança maior do que essa"
Custumava repetir aos capitões quando inseguros. Yamamoto não possuia uma arrogância, mas ele tinha plena convicção e consciência de sua força, e de como utiliza-la.
A brincadeira de Kyouraku começava com o Banshou goma, uma brincadeira sútil de girar em torno de sí, mas o efeito era um furacão com muitos usos. Kyouraku escolhera utiliza-lo para limitar e aprisionar o ex-comandante. Mas ele parecia calmo demais, nem um pouco alterado. Na verdade, não estava, ele possuiam plena convicção de que estava em total apuros dentro da vetania cortando dos furacões.
- Você parece empenhado em mostrar que merece o seu posto atual... Mas esquece de com quem está andando... A propósito, não tem medo de que a cobra o mate nesta batalha mesmo?
A shinkai de Gin passava raspando em um corte na costela de Yamamoto, mas embora o ex-capitão não soubesse devido aos ventos que ofuscava a visão dele, aquilo não havia pego em Yamamoto, na verdade havia raspado em sua pele sem fazer qualquer arranhão pois ele havia endurecido-a com a dureza de 50 vezes um diamante. Com tal reiatsu Yamamoto er capaz de endurecer sua pele muito além dos níveis normais de solidez conhecidos.
Mas era aquele o primeiro distrator, pois agora o velho estava na mira de dois kidou poderosos. Acontecera rápido, demais. Em segundos um ponto em meio ao kidou de Gin, como uma bomba de chamas.
- Você não deveria gritar o encantamento.
Dizia Yamamoto que com sua zanpakotou enfrentava diretamente o kidou de Gin e o Banshou Goma, saindo de dentro, isso tudo combinado ao surpreendente e superior shunpou, o mais rápido de todo Sereitei. Com isso, ele unia as chamas de sua espada na ponta para se chocar, veloz como a luz sob o Raikohou e utilizar a energia do própio Kidou junto da Ryujin Jakka para perfurar o vento e sair dali. Surpreendentemente... Ele conhecia até mesmo as frases de encantamento e o Kidou de Kyouraku não conseguira ser mais veloz do que o incrível passo relampago de Yamamoto.
A explosão causava um imenso turbilhão de luz, fazendo balançar os haori de capitão de todos os três. Kyouraku se veria debilitado pela luz, e antes de se recuperar sentiria seu corpo preso por seis pontes de luz, igualmente acontecia com Gin Ichimaru e o Genryuunsai surgia em meio a luz que diminuia até voltar ao normal. Havia sido algo plenamente calculado.  O preço de tal ação para Yamamoto era ter sua pele um pouco queimada, por precisar se envolver nas chamas ardentes de sua zanpakotou, e pela força do Kidou. Mas o fogo parecia quase não funcionar contra o velho que ja havia dominado tal elemento.
- Admito que acabei tendo fazer impelir as chamas de Ryujin Jakka de última, quando me dei conta do seu Kidou, Gin. Mas ...Bakudou no Rokujuuichi: Rikujyoukouro.
O velho havia sussurado todo o encantamento, enquanto o bashou goma o envolvia, aquilo era capaz devido a ser minusculo. Yamamoto era um mestre em kidou eximio, capaz de executar o Bakudou com força total sem precisar de encantamento algum, mas graças as palavras ele conseguia duplicar o bakudou, prendendo ambos os oponentes.
Ele estava voando entre os dois shinigamis, acima de Kyouraku, onde não produzia sombras, e abaixo de Gin, onde poderia desviar de um ataque surpresa. Mas para sair daquele bakudou com encantamento de um mestre de kidou os dois deveriam elevar a pressão espiritual a um nível absurdo... E este era o problema. As chamas de Ryujin Jakka subia em torno de ambos, pouco depois do Kidou, rodeava os dois shinigamis. A espada estava flamejante, alaranjada, em combustão.
- Bem vindos, capitões, ao Jyoukaku Enjou (Calabouço Infernal)... Acredito que gostam bastante desse tipo de situação, agora que o jogo apenas virou.
A reatsu de ambos capitões simplesmente não se elevariam tão facilmente, como se as chamas as oprimisse. Era uma técnica que cria uma prisão de fogo em volta do inimigo, os efeitos especiais das chamas era anular a capacidade de reatsu do inimigo, de mante-la controlada.
Com algum truque os capitões conseguiriam sair dali de dentro? Era um mistério. Mas o tempo que isso levaria, a queda absurda da reatsu de ambos, era um problema. Era quando a reatsu do velho Yamamoto se infla, embora ambos não pudessem ver. Posicionado de modo a diretia de Kyouraku, de modo que pegaria ambos os capitões em uma técnica esmagadora.
- Hadou no Hachijuuhachi: Hiriougeki Zoku Shinten Reihou
O poder espiritual era concentrado na mão de Yamamoto como um denso raio avermelhado e então lançado contra ambas as prisões de chamas, a capacidade de destruição era maxima, mostrando o quão surpreendente aquele velho era com kidous. Capaz de convocar um de número 88 sem sequer ter encantamento. Os elementos espirituais se reuniam naquele hadou poderoso, e o poder era um flash sob as prisões de fogo, causando uma explosão fatal e poderosa de luz.
- Quem brinca com a morte... Morre!
A reatsu de Yamamoto estava tão agitada que chamas faíscavam de sua espada e as vezes o rodeava. Era notório a diferença de poder dele para shinigamis menos experientes, aquilo era simplesmente comum para Yamamoto. Ele se agitava como as indomitas chamas de Ryujin Jakka diante a luta. A sicronia era absurda, a manipulação de seus ataques e o poder de sua espada, combada com as técnicas de kidous, seu zanjutsu e sua perpiscacia. Genryuusai tinha o completo domínio sobre todas as artes Shinigami, mostrava aquilo em suas ações.


End + Ação Secreta



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hashirama Senju 火の意志
Jounnin
Jounnin
avatar

Mensagens : 42
Vila : 23/10/1982
Idade : 34

MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   Qui Set 21, 2017 11:15 pm

- 影鬼 -



*A batalha de Kyouraku e Gin contra Yamamoto iniciava-se de forma agitada. A reiatsu do ex-comandante inflamava-se quase que literalmente, de forma que sua pressão espiritual originava reais chamas que o circundavam e o auxiliavam em suas ações. Habilmente Yamamoto escapava da investida combinada de Kyouraku e Gin, aparentando ter malícia e experiência o suficiente para já saber de suas estratégias (apesar de irem além sequer da imaginação dele). Mostrando sua durabilidade em batalhas, o ex-comandante após ter lidado com o kenjutsu de Kyouraku e ser embalado em seu combo posteriormente, enrijecia sua pele evitando que o corte de Gin o cortasse, não causando o dano esperado. Isso era frustrante, mas não era esperado menos de Yamamoto. Feito isso, ele usava sua força e as habilidades de sua Ryujin Jakka para anular o kidou de Gin, mesmo em seu poder máximo (pois havia sido recitado o encantamento), e o convertido em saída do Bushougoma em uma explosão e um rápido, aplicado e exemplar shunpo de um ex-comandante que havia se imposto através de eras.


- Sate... O velhote está com a corda toda.


*Sempre exibindo uma aparente despreocupação começo de batalha, o que antes enfurecia Yamamoto (por mais que estivesse de fato preocupado), Kyouraku fitava bem a ação de seu mestre e armava-se em guarda, quando seis bastões de luz o prendiam de surpresa na parte torácica assim como a Gin. Aquele kidou seria rapidamente reconhecido e analisado por Kyouraku, cujo tinha uma grande percepção de batalha. Se tratava do Bakudou nº 61: Rikujoukourou, e ele poderia deduzir simplesmente pela força que havia sido preso que o encantamento havia sido recitado, e que claramente uma ação minuciosamente pensada seria seguida. E realmente seria: o Jyoukaku Enjou de Yamamoto era feito, aprisionando em chamas Kyouraku e Gin, e com a velocidade de um verdadeiro especialista, outra conjuração de kidou, o Hadou nº88: Hiriougeki Zoku Shinten Reihou. Yamamoto tinha perícia em todas as áreas shinigami e exibia parte de seu potencial em suas ações muito bem pensadas e ágeis. Escapar daquilo seria impossível para shinigamis de nível inferior. Entretanto, não era o caso. Agora começaria a batalha de fato.
*A explosão do hadou atingia Kyouraku e Gin de forma retilínea, abrangendo uma grande área de alcance. Era um hadou de nível alto executado velozmente pelo ex-comandante Yamamoto e abaixar a guarda era significado de morte para ambos os lados. No momento de serem atingidos, tanto Kyouraku quanto Gin se desfaziam em sombras. Por mais que Yamamoto conhecesse de fato as habilidades de Kyouraku - ou a maior parte delas -, esta técnica o surpreenderia naquele momento.



- Eu não esperava que "ela" ficasse animada tão rápido, mas não esperava menos depois de tanto tempo, Yama-jii. E como sabe, quando isso acontece não posso evitar de jogar seus jogos.


*Referindo-se a sua zanpakutou, Kyouraku citava o "humor" da Katen Kyoukotsu. Conforme ela animava em uma batalha e se empolgava, suas brincadeiras demoníacas estendiam-se mais, expandindo em sua diversidade imprevisível. Essa era uma de suas características peculiares, a sede por mais brincadeiras e sua imprevisibilidade. Yamamoto agora havia sido vítima de uma das travessuras da Katen Kyoukotsu: o Kageokuri - (Projeção de Sombra). Consistia em uma técnica que projetava uma ilusão do usuário em sombra (e já que Gin está na brincadeira e eu quem conjuro as habilidades, posso livremente usar isso nele ou em qualquer um envolvido). Mesmo com sua exímia habilidade de percepção e noção de batalha, a técnica seria irreconhecível a Yamamoto até sua fatídica revelação, pois quanto maior o reikaku do adversário, mais realística e imperceptível a pós-imagem se torna, criando uma farsa perfeita usando a imensa reikaku de Yamamoto contra ele próprio. A técnica é originada de uma brincadeira infantil onde você encara uma sombra e a projeta em outro lugar, porém Kyouraku poupava esforços em explicar pois Yamamoto já conhecia parte de suas técnicas e para Gin seria indiferente contanto que os livrasse daquela situação. Não havia tempo a perder.


- O assustador de brincadeiras de crianças é que você não sabe exatamente quando e qual jogo está prestes a começar.


*A voz de Kyouraku vinha das costas de Yamamoto afastado a alguns metros, no ar, o bastante para ficar safo de suas investidas. Seu Kageokuri havia sido aplicado logo após a sucessão dos hadous de Kyouraku e Gin, sendo assim Yamamoto havia contido e atacado nada mais do que sombras de pós-imagens de ambos a todo momento (e como você só atacou, de fato, com o hadou, elas apenas se relevariam ao final de sua ação, durando toda ela). Para ocultar perfeitamente sua reiatsu e presença durante esse tempo, Kyouraku criava uma espécie de pequena dimensão à parte com uma de suas técnicas, o Kageoni - (Demônio das Sombras), e essa dimensão era criada em um lugar onde Yamamoto jamais imaginaria e nada poderia fazer a respeito: sua própria sombra. Lá, Kyouraku e Gin ficavam até que a distração do Kageokuri chegasse ao fim, e para o agrado de Kyouraku havia durado o máximo possível, não mais que o suficiente.


- Bushougoma! - (Pião Preguiçoso)


*Novamente Kyouraku executava um giro com suas zanpakutous, e criando uma forte pressão rotativa de vento com sua reiatsu, ele lançava um turbilhão em direção a Yamamoto mais forte e veloz do que o anterior. Sua potência permitia que fosse perfeitamente estável e inabalável, e Yamamoto estaria confinado em seu interior.


- Apenas morre quem brinca com a morte... e perde.


*Kyouraku parecia mais sério desta vez. Logo após aprisionar Yamamoto em seu Bushougoma, Kyouraku voltava ao solo com uma velocidade imensurável cujo era imperceptível até mesmo para alguns capitães. Seu semblante, apesar de sério, mantinha-se calmo e controlado como do feitio de Kyouraku. Fitando o turbilhão criado, Kyouraku cravava uma de suas espadas no chão e apontava a palma da sua mão livre para Yamamoto, quando surgia uma poderosa esfera de reiatsu vermelha.


- Hadou nº31: Shakkahou! - (Canhão Escarlate)


*E instantaneamente a esfera era ejetada de sua mão, voando em uma rápida tragetória de encontro com Yamamoto. Um kidou de baixo nível mas poderoso sendo conjurado pelo atual comandante. A esfera tinha grande poder explosivo e destrutivo, podendo causar danos a Yamamoto. Ninguém sabia o que esperar, de fato, dessa batalha, pois qualquer lado poderia sair vitorioso. Uma brincadeira poderia resultar em um vencedor, e isso dava o ar da graça naquela batalha equilibrada em poder.


End + Ação Secreta



Off - Explicativo: Caso tenha dúvidas quanto a utilização do Kageoni, a criação da dimensão em sua sombra seria possível mesmo sem você pisar no solo. O que só é possível pisando no solo é determinar o vencedor ou o perdedor da brincadeira (ou seja, realizar um ataque direto). Criar um refúgio é possível em qualquer sombra existente, e mesmo estando no ar, sua sombra ainda existiria em uma superfície possível de aplicar. Apenas explicando mesmo casa haja dúvidas, para ficar mais claro. E desculpe a demora, tive uns pequenos contratempos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A volta dos que não foram   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A volta dos que não foram
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ORAÇÃO DE SÃO CIPRIANO PRA AMANSAR E TRAZER AMOR DE VOLTA
» oração poderosa para trazer amor de volta ( acredite, dá muito certo )
» ORAÇAO PODEROSA PARA TRAZER O AMOR DE VOLTA
» oração forte para trazer amor de volta
» URGENTE,PARA TRAZER MEU MARIDO DE VOLTA.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Game :: Arena-
Ir para: